Quais são os malefícios do colesterol alto?

Ter colesterol alto (LDL) pode ser um problema, os perigos do colesterol alto ao longo do tempo pode danificar suas artérias, contribuir para causar doenças cardíacas e aumentar o risco de derrame.

Controlar seu colesterol alto diminui o risco de doenças cardíacas e também todas as complicações associadas as doenças cardíacas, além de melhorar a sua qualidade de vida. Leia mais para saber quais os perigos do colesterol alto para sua saúde.

O colesterol é uma substância cerosa encontrada no sangue e nas células. Seu fígado produz a maior parte do colesterol do seu corpo. O resto vem dos alimentos que você come. O colesterol viaja no seu sangue junto com as lipoproteínas, que são:

A lipoproteína de baixa densidade (LDL) é o tipo “ruim” de colesterol e não é nada saudável. O colesterol LDL pode se acumular nas artérias e formar depósitos de gordura chamadas placas.

A lipoproteína de alta densidade (HDL) é o tipo de colesterol “bom” e saudável. Ele transporta o excesso de colesterol das artérias para o fígado, que então elimina do corpo.

O colesterol em si não é ruim. Seu corpo precisa de colesterol para produzir hormônios, vitamina D e fluidos digestivos. O colesterol também ajuda seus órgãos a funcionar corretamente. Mas quando os níveis de colesterol ruim estão altos isso pode causar sérios problemas a médio e longo prazo.

O que o  colesterol alto pode causar?

  1. Aterosclerose, ataque cardíaco e derrame
  2. Redução na produção de hormônios
  3. Perda de memória
  4. Calculo biliar
  5. Cegueira

1- Aterosclerose, ataque cardíaco e derrame

Perigos do Colesterol Alto

Quando você tem muito colesterol LDL no corpo, ele pode se acumular nas artérias, obstruindo-as e reduzindo a suas flexibilidade. O endurecimento das artérias é chamado de aterosclerose . O sangue também não flui através das artérias rígidas; portanto, seu coração precisa trabalhar mais para empurrar o sangue através delas. Com o tempo, à medida que a placa se acumula nas artérias, você pode desenvolver doenças cardíacas .

O acúmulo de placa nas artérias coronárias pode interromper o fluxo de sangue rico em oxigênio para o músculo cardíaco. Isso pode causar dor no peito, chamada angina. Angina não é um ataque cardíaco, mas é uma interrupção temporária do fluxo sanguíneo. É um aviso de que você corre o risco de sofrer um ataque cardíaco. Um pedaço de placa pode eventualmente se romper e formar um coágulo ou a artéria pode continuar a se estreitar, o que pode bloquear totalmente o fluxo sanguíneo para o coração, causando um ataque cardíaco . Se esse processo ocorrer nas artérias que vão para o cérebro ou dentro do cérebro, pode causar um derrame .

A placa também pode bloquear o fluxo sanguíneo para as artérias que fornecem sangue para o intestino, pernas e pés. Isso é chamado de doença arterial periférica.

2- Redução na produção de hormônios 

As glândulas produtoras de hormônios do seu corpo usam o colesterol para produzir hormônios como estrogênio, testosterona e cortisol.

Os hormônios também podem afetar os níveis de colesterol do seu corpo.

A pesquisa mostrou que, à medida que os níveis de estrogênio aumentam durante o ciclo menstrual de uma mulher, os níveis de colesterol HDL também aumentam e os níveis de colesterol LDL diminuem.

Essa pode ser uma das razões pelas quais o risco de uma mulher ter doenças cardíacas aumenta após a menopausa, quando os níveis de estrogênio caem.

A produção reduzida do hormônio da tireoide ( hipotireoidismo ) leva a um aumento no colesterol total e no LDL. O excesso de hormônio da tireoide ( hipertireoidismo ) tem o efeito oposto.

O tratamento que reduz os níveis de hormônios masculinos para interromper o crescimento do câncer de próstata, pode aumentar os níveis de colesterol LDL. A deficiência do hormônio do crescimento (HGH) também pode aumentar os níveis de colesterol LDL.

3- Perda de memória

perigos do colesterol alto
Perda de memória

O colesterol é um componente essencial para o cérebro humano. De fato, o cérebro contém cerca de 25% de todo o suprimento de colesterol do corpo. Essa gordura é essencial para o desenvolvimento e a proteção das células nervosas, que permitem ao cérebro se comunicar com o resto do corpo.

Embora você precise de um pouco de colesterol para que seu cérebro funcione de maneira ideal, muito dele pode ser prejudicial. O excesso de colesterol nas artérias pode causar derrames – uma interrupção no fluxo sanguíneo que pode danificar partes do cérebro, levando à perda de memória, movimento, dificuldade em engolir, fala e outras funções.

O colesterol alto por si só também está implicado na perda de memória e função mental. Ter colesterol alto no sangue pode acelerar a formação de placas beta-amilóides, os depósitos pegajosos de proteínas que danificam o cérebro em pessoas com doença de Alzheimer .

4- Calculo biliar

No sistema digestivo, o colesterol é essencial para a produção de bile – uma substância que ajuda o corpo a quebrar os alimentos e a absorver nutrientes no intestino. Mas se você tem colesterol demais na bile, o excesso se transforma em cristais e depois em pedras duras na vesícula biliar. Os cálculos biliares podem ser muito dolorosos.

5- Cegueira

O colesterol alto pode até causar cegueira em alguns pacientes, se os acúmulos de colesterol se dispersarem e se moverem para os olhos, de acordo com a Universidade Estadual de Nova York.

O colesterol residual pode causar placas no olho, que bloqueiam o fluxo de sangue ao redor do olho.

Se o olho não está recebendo oxigênio suficiente do sangue, pode levar à cegueira em algumas horas.

“Um sinal que é muito sério e potencialmente cegante é uma placa observada dentro de uma das pequenas artérias dentro do olho, conhecida como placa de Hollenhorst”, disse o documento.

“A placa no olho irá bloquear o fluxo de sangue, obstruindo a artéria e causando a morte do tecido que é alimentado por aquela artéria.

“Todas as células do nosso corpo precisam de oxigênio para sobreviver, e suas artérias são as estradas que transportam o oxigênio. Se essas ‘estradas’ forem bloqueadas por placas de colesterol, o sangue não atinge o tecido para o qual se dirige e, portanto, o oxigênio também não.

“Isso resulta em uma perda rápida (em horas) e irreversível da função, que pode incluir cegueira do olho afetado, dependendo da localização do bloqueio / oclusão. A oclusão de uma artéria é essencialmente um ‘acidente vascular cerebral’ dentro do olho.”

Conclusão:

Manter o colesterol normal e fazer exames de sangue frequentes e diminuir colesterol ruim, certamente vai reduzir o risco de doença cardíaca e todos os perigos do colesterol alto, além de melhorar sua qualidade de vida geral.

Páginas: 1 2

10 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *